03 junho, 2017

A procura de uma dignidade






Acredito que a grande maioria das pessoas têm medo de envelhecer.. 
Este conto aborda a vida de uma velhinha de 70 anos mas que parece 57 rs. 
Essa é a idade que lhe dão geralmente. 



Moradora do Leblon e que gostava de eventos culturais. Numa dessa idas á um evento, por engano entrou no estádio do Maracanã e passou um bom tempo perdida entre os corredores escuros. Até que finalmente se deu conta de que a tal palestra não era ali. 



Tinha o cérebro oco, parecia-lhe que sua cabeça estava em jejum



Com muito insistência, encontrou alguém que lhe indicasse a saída daquele inferno. Sua cabeça não prestava para qualquer tipo de localização. Não conseguia lembrar nem do endereço próprio. Era um martírio, pegar o táxi e lembrar apenas dos nomes de ruas de maneira incompletas. 




Já se resignara de algum modo a nunca mais sair do Maracanã e a morrer ali de coração exangue



A vida de velha estava se fechando sobre ela. O que fazer?. Ela era velha demais para experimentar um outro destino?.


Após chegar do Maracanã, sua mente é tomada por um amor de TV. Roberto Carlos era o seu amante perfeito em sua imaginação. 




Do fundo de sua futura morte imaginou ver no espelho a figura cobiçada de Roberto Carlos, com aqueles macios cabelos encaracolados que ele tinha. Ali estava, presa ao desejo fora de estação assim como o dia de verão em pleno inverno



Diante do espelho do banheiro, ela solta seus cabelos, olha para seu corpo e começa a ... 



E quem disse que a sexualidade morre com a chegada da idade?.


Clarice representando as senhorinhas e sua libido rs. 


Leiam este conto e tirem suas conclusões Este conto pertence ao livro - Onde estivestes de noite 



Para ler as impressões da Silvia sobre este conto







Clarice Lispector - Todos os Contos
       Editora Rocco - Capa Dura - 656 Pgs
        Organizado por Benjamin Moser

                   
                          Marcia Cogitare



3 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    ameeeei *-*
    quero abraçar essa vovó doida... haushuahsuha
    vou dizer como eu senti que ela se parece..
    aquelas velhinhas (não tão velha assim, afinal 57 anos tá interona!), mas aquelas vovós do rock sabe?!
    que mesmo doida estão antenadas e cheias de emoção pra viver ainda?!
    ah, tudo bem que a mente dela já não funciona como antigamente.. mas ela imaginou o Roberto Carlos no espelho do banheiro e .....
    virei fã! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Daiani, o legal desses contos é que podemos soltar a imaginação.
    É um exercício mental maluco através dos olhos de Clarice.

    Este conto é bem provocador. Leia e depois me diga o que achou.

    Hug

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!